Blazer Regent Street & Top Piccadilly

Gente, mil desculpas pelo chá de sumiço! Bom, isso se deve muito ao fato de que esse é blog é 100% meu e que eu acabo querendo fazer tudo sozinha, isso é um mega defeito que está sendo trabalhado, prometo! As últimas peças da primeira parte da Coleção My London Eye estão acabando e a gente já está produzindo a segunda parte dela, que inclusive já está na loja! São peças do estilo Camden e Notting Hill e em breve estarão também aqui no blog.

Enquanto isso, vamos ver o Blazer e Calça Regent Street?

 

 

O Blazer e a Calça Regent Street são cinza de risca de giz e podem ser vendido separadamente, para que você possa usar seu blazer com short jeans e sua calça com uma t-shirt como o Top Piccadilly, de malha dourada, super chique!

A Regent Street é uma das três ruas comerciais mais importantes de Londres e termina no encontro de ruas chamado Piccadilly Circus. A Piccadilly Circus é famosa por seus painéis luminosos e por ser um ponto de encontro na gigante Londres.

 

 

Em frente aos painéis de Piccadilly fica a Statue of Eros, também conhecida como Estátua do Cupido. Na verdade, o nome da estátua é Shaftesbury Monument, dedicada ao Lord Shaftesbury e é um arqueiro de bronze significando caridade, mas os ingleses o batizaram como estátua do cupido e assim ficou.

 

 

Meu Casamento ♥ De(coração)

Convidei a minha amiga Karine Tito, para fazer um texto sobre a decoração da nossa cerimônia civil e festa. A ocasião foi muito simples e a gente convidou 150 pessoas queridas para presenciar esse momento mágico das nossas vidas. O horário marcado era 17:30 para pegar o pôr-do-sol e a decoração precisava manter a beleza com e sem a luz do sol. Vamos ver?

“Me deu um super frio frio na barriga para fazer este texto e logo vocês vão entender o motivo. A Rita é uma amiga querida. E sou, antes de tudo, sua fã incondicional. Mas a Rita, capricorniana como eu, é o perfeccionismo em pessoa. Então imagina receber um telefonema dela dizendo que queria minha ajuda pra fazer o seu casamento? Só podia me deixar muito nervosa e feliz, né? Então além de ser uma honra, foi também uma grande responsabilidade traduzir em forma de decoração um amor tão bonito como o dela e o do Ricardo. Mas na nossa primeira conversa a sintonia foi perfeita e várias das inspirações que ela tinha já estavam nas minhas pastas de referências esperando uma oportunidade para serem usadas. E só poderiam ser usadas num casamento como aquele, para aqueles noivos. A idéia era criar algo vintage e alegre ao mesmo tempo… bem com cara de festa no quintal. Algo inspirado nos casamentos americanos, mas com uma carinha “Rita e Ricardo”. As garrafas com flores, a pista de dança com luzinhas, as velas, as gaiolas na árvore, as fitas coloridas, as fotos do casal em polaroide… cada detalhe foi pensado com muito carinho para que o casamento ficasse único como os noivos. Tomara [muito] que vocês gostem. Eu adorei fazer parte desde sonho.”

Karine Tito, a decoradora.

 

Fotos: Sebastião Bisneto, Karine Tito e Márcio Jorge & Carolzinha.

Agradecimentos especiais à Alcênia (Floricultura Li) pelas lindas flores e arranjos e Ana Angélica (Cookies Gold) pelo espaço e comidinhas ótimas!

De coração.

Que batom é esse? ♥

Sempre que eu faço as minhas próprias fotos aqui pro blog, muitas meninas me perguntam qual batom eu estou usando. Resolvi fazer um post explicando que eu não tenho um milhão de batons, mas tenho poucos e bons. Aliás, em tudo eu prefiro ter poucas e boas peças, peças coringas, que eu possa usar de várias formas e em várias ocasiões. Com as minhas make up não é diferente! Não tenho um vasto arsenal de guerra, mas sempre faço excelentes escolhas na hora de gastar meu suado dim-dim, afinal, dinheiro não dá em árvore, papai não me banca faz bons anos e consumismo não é uma palavra na minha rotina. Mas chega de conversa e vamos ao que interessa: os batons.

Seguinte: eu só tenho 4 batons. É sério. E uso todos até acabar para poder comprar outro. Logicamente, isso não inclui essa paleta maravilhosa da Kryolan que eu comprei mais pensando nas fotos do Atelier do que em mim, por que tem cores aí que eu nunca testei!

Eu odeio batom cintilante. Odeio tudo que tem brilho! Acho lindo nos outros e tals, mas odiava a moda do gloss e sempre eu usei batom opaco. Acho que por ter a pele oleosa, avermelhada, talvez,  mas acabei me rendendo a um batom que tem um leve brilho, vocês vão ver qual é.

Aqui estão meus Fab4:

 

 

Três basicats da MAC:  pele, rosa e vermelho e um laranja da KIKO. Depois que estudei as cores no meu curso de Design de Moda, modéstia à parte, fiquei expert nesse lance de misturar. Com eles eu faço todas as loucuras possíveis, misturo todos, fica lindo e exclusivo!  E todo mundo pergunta: “Que batom é esse?

Olha só as minhas combinações preferidas:

 

 

Então, respondendo a pergunta: o batom desse post é a segunda misturinha! 127 + Ruby Woo 😉 Ninguém acertaria, né?

Vestido e Saia Gherkin e Camisa Covent Garden ♥ My London Eye

Continuando a mostrar as peças da nossa coleção My London Eye, três peças bem clássicas e que vestem muito bem mulheres de várias idades.

Para começar, o Vestido Gherkin, de tecido risca de giz chocolate, trespassado, com um botão na cintura. Para deixar o vestido ainda mais confortável, usamos um tecido com elastano.  Vamos ver?

 

Gherkin é o apelido de um prédio famoso em Londres e leva essa apelido por causa do seu formato que lembra um pepino. É um prédio lindo e moderno, que contrasta bem com a arquitetura secular dos prédios ao redor, no distrito de Bank.

 

 

Além do Vestido Gherkin, a gente fez uma Saia Gherkin.

 

 

Para compor o look, usamos a Camisa Covent Garden, de cor crua e tecido rústico, uma releitura da tradicional camisa branca. Ideal para que quer ir de clássico, mas não quer ser óbvia.

 

 

Covent Garden é um distrito de Londres, bem legal, com centro comerciais e artistas de rua, com certeza um dos endereços mais bacanas de Londres. Foi lá que a Apple instalou a sua maior loja do mundo! Vale a pena conhecer!