Por onde andei: Restaurante Recipease.

recipease

Olá, hoje quero levar vocês num lugar bastante inspirador, um lugar chamado Notting Hill. Mais do que o bairro clichê de um filme fofo com Hugh Grant e Julia Roberts, cada esquina de Notting Hill é um filme a parte. Fomos a Notting Hill, numa tarde ensoralada de domingo no verão londrino. Fomos de metrô e descemos na estação Notting Hill Gate. Como já saímos de casa tarde, almoçamos logo pertinho da estação, no restaurante Recipease do chef e apresentador de tv inglês, Jamie Oliver. Já conhecemos alguns restaurantes de Jamie, mas esse ainda não tinhamos visto. Vamos conhecer?

GOPR0323peq

O restaurante é super fofo. Tem dois andares, uma lojinha para comprar livros de receitas, utensílios, igredientes exclusivos e ainda funciona como uma escola de culinária. Inclusive, enquanto comíamos algumas meninas tomavam aula como parte de uma despedida de solteira. Achei muito criativo (e útil!).

Montagem Recipease 01

Montagem Recipease 02

Tudo muito lindo e acolhedor para combinar com todas as comidas que são feitas com igredientes orgânicos. Ricardo pediu um cordeiro com salada, cogumelos, pinholes e molho de iorgute e eu pedi um salmão defumado com batata e salada de rabanete. Estavam muito bons, inclusive para o meu marido que não curte salada. Para acompanhar: limonada orgânica em lata.

CardapioRecipease

Montagem Recipease 03

Enquanto comíamos, observávamos as pessoas que vinham do metrô em direção à Portobello Road, onde tem a feirinha de Notting Hill. Muito bom!

Ah, adquiri um livro do Jamie para minha cozinha e também uma revista de receitas.

Quero voltar lá! =)

2014-11-20peq

Oncinha Rosa.

IMG 0197b peq

Tem uma estampa no Atelier que eu adoro. Há dois anos trabalhei com ela e gostei tanto que fiz algumas peças com ela esse ano. É um tule de malha plissado, de oncinha! Confesso que não amo tanto estampa de onça, mas essa é tão delicada e o tecido é tão confortável que é impossível não amar!

♥ Vestido Longo de Oncinha Rosa:

Vestido Oncinha Rosa Longo Trio

Com decote nas costas, é indicado para usar inclusive durante o dia e o preço também é ótimo! Consulte!

♥ Body decotado de oncinha rosa, com ou sem mangas:

Body de Oncinha Rosa

Body de Oncinha Rosa Trio

Aqui o body foi usado com a Saia Jess, de pregas e tafetá, que é feita sob medida em qualquer cor!

Além do vestido longo e dos bodysuits, também fiz uma calça pantalona, ideal para as magrinhas!

♥ Calça Pantalona franzida de oncinha rosa:

Calça Pantalona Oncinha

Amo muito estas peças! Se você também amou, é só me mandar uma mensagem 😉

 

Legging Preta.

Olá Queridos,

Esse projeto tem uma proposta atemporal ou, pelo menos, com prazo de validade de cinco anos, o que é um lapso temporal gigante em termos de moda. Aqui já apresentei quatro peças de roupas que podem ser consideradas peças de um guarda-roupa perfeito. São elas:Camisa Jeans,Regata Branca,Saia Preta LongaeCamiseta Branca. Podemos passar para a próxima?

A próxima peça do nosso guarda-roupa perfeito é a peça mais confortável do mundo depois do nosso pijama: leggingUma legging preta é a escolha certa para dias movimentados. Ela é uma prima próxima de outra calça bem confortável, usada para a prática de esportes chamada calça fuseau, mas sem aquela alça que passa pelos pés, pessoas que vivenciaram os anos 1980 a conhecem bem. A legging também é uma evolução da meia calça e já foi usada por homens também em tempos bem antigos.

A legging começou a habitar nossos guarda-roupas a partir da década de 1980, com surgimento da moda fitness, ou seja, sair de casa com a roupa de academia e, graças a Deus, ficou para sempre! Ou seja, se estamos usando há trinta e poucos anos, acho que vale a pena ter uma no guarda-roupa, não?

Eu me lembro da primeira legging preta que eu vi na vida! Eu era criança e já amava o figurino de Sandy, personagem de Olívia Newton John no musical Grease. E você? Lembra da sua primeira legging?

Camisa Franny & Saia Pepper.

IMG 1471b

Olá Queridos! Hoje quero mostrar esse look ideal para eventos mais formais durante o dia. A Camisa Franny é de crepe com detalhes em preto. Fiz duas opções dela: com botões de madrepérola e com botões pretos. Para esse look eu escolhi os botões de madrepérolas personalizados do Atelier, que eu já uso há anos. O charme fica por conta da gola que de longe lembra uma gravatinha, mas também fica legal usar com os dois primeiros botões desabotoados. A Saia Pepper, já é conhecida nossa de outros Carnavais e nunca sai de moda! É uma saia mídi nesgada, de crepe, que eu também já fiz de outras cores. Ah, a versão mostarda da camisa Franny também é imperdível. Para essas fotos lindas, convidei o fotógrafo @dekolira para me ajudar. O resultado ficou incrível! Vamos ver?

IMG 1464b peq

IMG 1466b

IMG 1479b

IMG 1483b

Lembrando que, para adquirir essas peças é só entrar em contato comigo por email rita@ritaprado.com.br.

Camisa Franny 01

05 de novembro, Dia do Designer.

Hoje é o dia do Designer de Moda. Mas o que é o Designer de Moda? Bom, o designer de moda é aquele profissional que usa todas as suas referências para criar um produto de moda, que não necessariamente são roupas ou partes do vestuário. Além do processo criativo o designer tem total influência no processo produtivo da peça, levando em conta características como ergonomia, qualidade, finalidade e até função social. Sendo assim, este profissional vai muito além do profissional estilista, que elabora peças baseadas num conceito. Quando formado o profissional de Designer de Moda sai da faculdade apto para trabalhar em diversas partes da cadeia produtiva de uma confecção ou atelier. Ele pode ser modelista , que é a pessoa que faz o molde da peça para que ela seja montada, ele pode ser personal stylist ou stylist, que é a pessoa que monta looks para uma determinada ocasião, no caso do personal levando em conta vários aspectos pessoais do cliente, como por exemplo, profissão, idade, tipo físico etc. Ele pode ser um profissional do marketing de moda, aquele que vai direcionar as ações de marketing dentro de uma empresa de moda. Ele pode vir a ser um consultor de moda, um jornalista de moda – agregando os cursos de jornalismo ou comunicação social e de design. E o profissional de Design de Moda pode vir a ser um estilista, que é a mente criativa de onde parte as idéias que vão se juntar para se formar uma peça de roupa. Muita gente ainda não entende bem o que se estuda na faculdade de Moda e que se estuda muito. Como em todas as áreas sempre existirão os profissionais que aprenderam tudo no empirismo e que fazem um trabalho rico, mas eu acredito que essa geração será substituída em pouco tempo. É que criar uma peça de roupa vai muito além da criatividade e do talento. Fui parar na faculdade de Moda, meu segundo curso superior, por que acreditava no meu talento e por que tenho certeza que não se vai muito longe sem estudo. Minha dedicação vai além das oito horas por dia e além das paredes do meu escritório. Trabalhar com o carinho das pessoas na frente do espelho é um trabalho sem fronteiras. Eu acordo Moda, como Moda, bebo Moda, viajo Moda, durmo Moda, respiro Moda. E quando falo isso não falo de revistas, livros, blogs e editoriais. Eu gosto de ir fundo na história da moda, de como surgiu uma peça, como ela evoluiu com o tempo, como o espelho sempre refletiu o contexto histórico, político e social de um povo desde os primórdios, desde muito antes do conceito de sociedade. Entender a relevância de um produto e tentar explicá-la, para que o cliente não pratique o consumo propriamente dito, mas entenda o valor agregado àquele pedaço de pano. E nessa luta diária de “catequização” de moda é onde eu sou mais persistente e que às vezes não consigo ser tão presente nas minhas ações para com minhas clientes, diretamente falando, por que estou pensando nelas todas as horas do meu dia. Pensando em levar o melhor conceito, um conceito de vanguarda entendido muitas vezes, temporadas depois. Um conceito de amor pelo trabalho e um conceito de pessoalidade, de feito à mão, de feito por mim, de mim para você. Então, no dia do Designer de Moda, eu só agradeço a cada pessoa que teve pelo menos um motivo para conhecer o meu trabalho e que faz parte da grande engrenagem que move o sentimento de paixão que me faz querer ser melhor dia após dia, acabamento após acabamento, tecido após tecido, roupa após roupa, look após look, moda após moda.

Texto publicado em: 05 de novembro de 2011, no meu blog antigo.