Mês: julho 2015

Top 10: Versões das mais ouvidas em Julho.

Sou uma pessoa que ama versões. Separei algumas versões de músicas que figuraram no meu repeat no mês de julho. Espero que gostem!

#1 – linda, linda, linda!

#2 – eu no chuveiro todo dia!

#3 – versão linda, produção maravilhosa!

#4 – amo danço muito essa!

#5 – a versão é legal, mas legal mesmo é esse cabelo!

#6 – do amor.

#7 – por um mundo mais Justin e menos Bieber. 

#8 – linda demais a voz dessa menina!

#9 – a letra é fraca, mas o Ed é mara-vida!

#10 – apesar de não ser uma música recente, está na trilha de Magic Mike XXL. Ai…

Qual vocês gostaram mais?

Assinatura Rita.

Valentino, Elie Saab e Zuhair Murad | Haute Couture | Fall 2015.

Mais um compilado de referências para vocês! Três desfiles lindos de Alta Costura.

Valentino | Haute Couture | Fall 2015 – o meu preferido dos três!

Elie Saab | Haute Couture | Fall 2015 

Zuhair Murad | Haute Couture | Fall 2015 

Dá vontade de ser uma celebridade para usar uma dessas criações num red carpet!

Assinatura Rita.

figurino do dia: histórias cruzadas (2011)

Cada figurino é uma viagem. Olho para a roupa que a personagem de uma peça, de um filme ou de uma novela está usando e imagino muitíssimas histórias. Esse é o poder que um figurino tem! E o que dizer quando o figurino é de um filme de época? Pois bem, hoje vim falar do figurino do filme The Help (Histórias Cruzadas, no Brasil).

Histórias Cruzadas.

O filme de 2011 é um drama baseado no livro homônimo de Kathryn Stockett, uma escritora norte-americana nascida no final da década de 1960, e que tem como personagens principais as funcionárias do lar (na época do romance, chamadas de “help“). O filme aborda o elo entre as crianças brancas, praticamente abandonadas por seus pais biológicos, e estas mulheres que nunca recebiam a devida consideração dos patrões. Skeeter, personagem de Emma Stone, é uma jornalista que  decide entrevistar estas funcionárias da cidade de Jackson, no Mississipi  para escrever um livro sobre o racismo enfrentado naquela sociedade.

A silhueta feminina do fim dos anos 1950 e início da década de 1960 é evidenciada nas roupas das personagens aristocratas:  vestidos com saias rodadas e cinturas marcadas destacam-se ao  lado das calças cigarretes. Bordados nos casacos curtos, tecidos florais e cores como azul, rosa, amarelo e outras em tons pastéis estão presentes nas peças. Colares de pérolas, luvas curtas e óculos estilo gatinho completam a produção, trazendo charme e sofisticação aos looks. Os uniformes das empregadas representavam a simplicidade dentro do estilo 1950/1960.

Histórias Cruzadas - Figurino.

Histórias Cruzadas - Figurino.

Sharen Davis, a figurinista do filme, mostra através de roupas e acessórios, os valores e costumes da sociedade do Mississipi no final dos anos 1950 e  início dos anos 1960. Sua intenção era destacar a personalidade de cada personagem através de suas roupas. Aqui alguns croquis e amostras de tecidos, ingredientes fundamentais para a confecção de um figurino:

Histórias Cruzadas - Figurino.

Histórias Cruzadas - Figurino.

Histórias Cruzadas - Figurino. Histórias Cruzadas - Figurino.

O filme foi indicado ao Oscar 2012 de Melhor Filme. Octavia Spencer, a atriz que interpreta uma das empregadas  levou a estatueta de melhor atriz coadjuvante por sua atuação no longa. As atrizes do filme foram premiadas no Globo e Ouro e ainda no Screen Actors Guild Awards 2012.

É um filme incrível. E pra quem aprecia um bom drama e um ótimo figurino, se torna indispensável na lista dos filmes da vida. Quem aí já viu?

Beijos!Assinatura Paty.