Mês: janeiro 2017

A história de uma estampa: Pescaria.

PescariaKraftPeq

Um tema recorrente nas minhas fotografias de praia é a vida de um pescador do mar. Além de todos os sentimentos ligados a essa que é uma das profissões mais antigas que se tem notícia, o labor do pescado sempre rende cores e texturas além do imaginável. Minhas observações são sempre da praia. Nunca adentrei o mar numa canoa de pescador, mas sempre observo quando algo relacionado a ela surge no meu caminho.

A Estampa Pescaria é o registro de uma casinha de pescador na Praia do Patacho, no litoral norte do Estado de Alagoas. As cores e texturas pela madeira envelhecida e o desbotado da tinta desgastada pelo tempo são uma estampa pronta! Quando eu a fotografei não imaginava! Fiz essa sequência em junho de 2015 quando viajamos para comemorar um dia dos namorados e somente no final de 2016 resolvi transformá-la em estampa.

 

Então, depois de criada a estampa, inseri nos modelos e confeccionei em várias bases diferentes: cetim, crepe, neoprene, malha, etc. O resultado ficou incrível! Em cada peça valorizo uma parte diferente da estampa, que ainda conta com cadeados enferrujados que fazem as vezes de cintos estampados.

 

 

Amei esse trabalho! Autoria pra mim, é alto ria!

As fotos dessa coleção você encontra aqui.

ph: @dekolira | modelo: @joanagneta | acessórios: @jorgebischoffteresina | locação: @saccaroteresina | produção: @paty_css e @yurii_ribeiro |

Por onde Andei | Exposição Paulo Bruscky

PauloBruscky20170104_162843

Sempre que saio de Teresina eu procuro fazer programações culturais que agreguem ao meu crescimento pessoal. Quando vou a Recife é sempre muito corrido por causa da família, mas sempre encontro duas horinhas para fazer um passeio diferente. Como não havia pesquisado nada, fui direto na Caixa Cultural de Recife por que é certeza de ter boas exposições. Em 2015, pude conferir a exposição do artista português Vhils, inclusive falei sobre ela aqui. E agora, em janeiro, pude conhecer a exposição Palarva, do artista pernambucano Paulo Bruscky.

Paulo Bruscky, nasceu em 1949, no Recife e é considerado uma das figuras centrais da poesia experimental brasileira. Sou apaixonada pelas palavras e quando essas se unem à arte produzem as mais encantadoras interações. Quando eu cheguei em casa, meu sogro ainda me disse que havia estudado com Paulo Bruscky na escola. Recife é cheia de boas surpresas, hein?! Separei algumas das muitas imagens que fiz na exposição para compartilhar.

 

O que eu mais gosto numa exposição, num livro ou filme, é a certeza de que as percepções serão sempre diferentes. O que eu absorvi desse trabalho pouco coincide com o que as outras pessoas absorvem. Sempre faço esse exercício de reflexão com o meu marido, que é quem sempre me acompanha nesses passeios. Gosto de observar o que ele sente em relação às obras que visitamos juntos. Não somos parecidos, embora olhemos para o mesmo lado. É assim na vida e na arte. O resultado é incrível!

20170104_162628