Minha primeira vez num evento de Moda sem conhecer absolutamente ninguém. Na minha zona de conforto eu conhecia todos, não ficaria sozinha nem por um minuto, ia aparecer aluno, professor, modelo, produtor, estilista amigo, todo mundo! Me virei direitinho… Falei com um e com outro, me apresentei pras palestrantes, fiz perguntas no microfone, conheci pelo menos cinco pessoas da minha área aqui. Voltei pra casa feliz com este pequeno grande passo. Há tempos que eu não enfrentava o Gigante da Timidez.

O evento era uma palestra no Marco Pernambucano de Moda, um local que “se propõe a aglutinar iniciativas em prol do fortalecimento da identidade da moda local, consolidando-se como centro de referência para difusão de técnicas e ferramentas de gestão, inovação, design e empreendedorismo” (retirado do site deles). Está situado na Rua da Moeda, em um prédio centenário no histórico Bairro do Recife, disponibilizando serviços e apoio a empresários e profissionais da cadeia têxtil e de confecções de Pernambuco.

O espaço tem um programa de incubação voltado à estruturação e desenvolvimento de novos negócios do setor de moda. Os incubados recebem consultorias, capacitação e suporte de inteligência mercadológica. Além disso, conta com um espaço de coworking com infraestrutura para 42 empresas, além de laboratório de prototipagem; salas de reunião (com capacidade para 06 ou 12 pessoas), sala de treinamento para até 40 pessoas e salão de eventos com capacidade para até 200 pessoas.

Seria um SONHO ter isso no Piauí. O Pernambuco produz cerca de 700 milhões de peças por ano. A maior parte das indústrias se concentram na região de Caruaru, Santa Cruz e Toritama, mas assim como Teresina, marcas com identidade e autoria também são muito pontuais! Esse evento foi a comemoração de 8 anos da marca DUAS (@duas), criada por duas amigas que são apaixonadas por estampas e geometrismos.

Amei a fala delas, os valores da marca e apresentação do processo criativo, me identifiquei muito com elas! Além disso, fiz anotações para as minhas próximas aulas de desenvolvimento de coleção.

No final da palestra, encontrei uma piauiense que me reconheceu e veio me dar um abraço, que felicidade! 

Experiência incrível para meus primeiros dias em Recife 😉