Categoria: design | arte | fotografia

Por onde Andei | Exposição Paulo Bruscky

PauloBruscky20170104_162843

Sempre que saio de Teresina eu procuro fazer programações culturais que agreguem ao meu crescimento pessoal. Quando vou a Recife é sempre muito corrido por causa da família, mas sempre encontro duas horinhas para fazer um passeio diferente. Como não havia pesquisado nada, fui direto na Caixa Cultural de Recife por que é certeza de ter boas exposições. Em 2015, pude conferir a exposição do artista português Vhils, inclusive falei sobre ela aqui. E agora, em janeiro, pude conhecer a exposição Palarva, do artista pernambucano Paulo Bruscky.

Paulo Bruscky, nasceu em 1949, no Recife e é considerado uma das figuras centrais da poesia experimental brasileira. Sou apaixonada pelas palavras e quando essas se unem à arte produzem as mais encantadoras interações. Quando eu cheguei em casa, meu sogro ainda me disse que havia estudado com Paulo Bruscky na escola. Recife é cheia de boas surpresas, hein?! Separei algumas das muitas imagens que fiz na exposição para compartilhar.

 

O que eu mais gosto numa exposição, num livro ou filme, é a certeza de que as percepções serão sempre diferentes. O que eu absorvi desse trabalho pouco coincide com o que as outras pessoas absorvem. Sempre faço esse exercício de reflexão com o meu marido, que é quem sempre me acompanha nesses passeios. Gosto de observar o que ele sente em relação às obras que visitamos juntos. Não somos parecidos, embora olhemos para o mesmo lado. É assim na vida e na arte. O resultado é incrível!

20170104_162628

fotografia de moda | editorial Jardin des Délices

Vim mostrar para vocês mais um editorial lindo! Dessa vez, o tema não poderia ter sido mais conveniente: cactos. Muitos!


O editorial “Jardin des Délices” da edição de setembro passado, da revista L’Officiel Suíça, traz a modelo Mariana Braga, em fotos de Adele Obice, styling de Anna Neretto, maquiagem de Ivona Milosevic e cabelo de Elena Gentile. As fotos estão lindas, o ambiente, perfeito, e têm tudo a ver com a Rita!

Gostaram?

Beijos! Patrícia Sousa.

 

mais da coleção | belo, áspero, intratável

Na terceira (e última) parte da coleção #beloásperointratável as peças já recebem pinceladas de outono/inverno. São acrescidas novas estampas adquiridas de maisons italianas em tecido 100% seda. Além de peças de couro com textura e bodies divertidos que se despedem na irreverência do verão.

Nova Estampa: Surrealismo Sertanejo

Quando penso num movimento artístico que explique a minha inquietação enquanto designer, eu penso no Surrealismo.  O Surrealismo foi a corrente artística moderna da representação do irracional e do subconsciente. Surgiu na década de 1920 e passeou diversas vezes na moda. Tanto a Arte quanto a Moda e o Design existem em razão da necessidade de expressão do ser inquieto, questionador e sonhador que é o homem. E o que é o meu subconsciente se não um sonho genuinamente sertanejo? No meu sonho tem os lábios da Mae West (assim como no sofá de Dali), mas agora com a cor dos meus lábios encarnados. Tem uma pegada rosa da paixão da estilista Elsa Schiaparelli. Tem as repetições das obras de Rene Magritte e o olhar lacrimal das fotografias de Man Ray. No meu sonho, a lágrima se confunde com o pingo d’agua que não cai do céu no sertão. O mandacaru brilha verde aonde não há cor. O forró e o canto do bem-te-vi me lembram que eu sou daqui, mesmo que não tenha vindo para ficar. A essa mistura dou o nome de Surrealismo Sertanejo, minha nova estampa, meu Eu estampado, minha caatinga colorida, minha arte ressecada.

IMG_6675

Confira algumas referências para a criação desta estampa no Pinterest:

Siga a pasta Surrealismo Sertanejo de Rita no Pinterest.

eu carrego um sertão dentro de mim | convites

Aos poucos vou contando tudo sobre a coleção que apresentei na semana de moda do Piauí #piauimodahouse, hoje vou falar sobre os convites!

Participei do evento como designer convidada, juntamente com outros designers piauienses e no dia da minha participação dividi a sala de desfiles com o meu querido amigo Martins Paulo. Infelizmente não pude convidar todas as pessoas que eu queria ao meu lado nesse dia, então fazer a lista foi um tanto chato, eu confesso! Mas comecei pelas clientes mais presentes, clientes que já foram super presentes mas que não deixaram de ser igualmente queridas e algumas pessoas que me ajudam no meio da moda.

Queria ter levado o convite a todas as pessoas que torcem e as que já vestiram alguma minha peça pelo menos uma vez na vida, etc. Quem sabe no próximo?

Mas eu tenho certeza de que quem teve o privilegio de receber o convite ficou muito tocado. Privilégio não pela ocasião, mas principalmente pelo presente que era cada um dos 85 (oitenta e cinco) convites distribuídos.

Convites.

Quando pensei num convite pensei que queria ofertar aquelas pessoas especiais algo que lhes remetesse a temática da coleção e que lhe tivessem uma utilidade pós-desfile. Não queria mais um papel descartado, queria um momento eternizado. E o que seria a perpetuação de um sentimento? Arte.

Meu pai faz aquarelas incríveis! Foi ele quem desenvolveu uma a uma todas as aquarelas emolduráveis que as pessoas ganharam com o convite. Ele tem uma página no Face para quem quiser acompanhá-lo, clica aqui. O conceito foi elaborado por minha amiga anjo super criativa, Carolzinha, da  @makeamemory_. Ficou perfeito!

Convites.

Convites.

Convites.

Recebi mensagens lindas falando sobre ele! Muito Amor! Uma cliente inclusive emoldurou a dela imediatamente!

Convite Tássia

 

pageconviteok

Obrigada, Pai e Carol, por tudo!