inventário de filmes | a grande aposta (2015)

the-big-short

Contém spoilers. A Grande Aposta (2015) foi o segundo filme que assisti esse ano. Saí do cinema me sentindo um pouco mais burra do que quando entrei por que o filme restringe bastante o rol de espectadores ao lidar com um tema absurdamente  profundo como o é mercado financeiro americano. Não me interesso pelo assunto desde que aprendi a tabuada e  a matemática vai continuar sendo uma lógica superficial na minha visão humanista sobre a vida.

Não assisti ao trailer. Li o enredo, mas gostei do elenco e torci para amar algum dos personagens, o que de fato aconteceu com a atuação incrível de Steve Carell (liberando o pouco da neurose que existe em cada pessoa estressada que eu conheço). Se me pedirem para explicar sobre o termos que a Selena Gomez e a Margot Robbie (pescada de outro importante filme sobre o mercado financeiro) ensaiam explicar para os telespectadores, vou dizer que não decorei absolutamente nenhuma sigla. Esse tema é tão distante de mim quanto o tema espacial dos Georges Clonneys e Matt Damons da vida.

Sobre Wall Street eu só entendi o que Scorcese tentou explicar com Leonardo de Caprio e a comparação entre os filmes é tão inevitável que eu ainda não entendo ainda como uma pessoa consegue tornar compreensível esse assunto trocando as siglas por palavrões. Nem entendo o fato desta mesma pessoa não levar uma estatueta sequer pelo empenho, enfim.  O fato é que eu amei muito O Lobo de Wall Street numa razão inversamente proporcional ao filme A Grande Aposta. E olha que tenho uma tendência enorme a supervalorizar temas biográficos…

Do que eu posso analisar: adorei a montagem do filme, a apresentação dos personagens e a atuação de Steve Carell e Brad Pitt. Fora isso, quis sair correndo em vários takes longos e diálogos exaustivamente complexos. Confesso que eu também estava com muita dor de cabeça, daí um pouco da burrice talvez e muito da chatice.

Por fim, achei esse texto de 2010, da Vanity Fair, falando sobre o tal Michel Burry, personagem de Christian Bale e o livro que deu origem ao filme e ainda assim, continuei sem entender muito, mas se você faz parte de um grupo intelectualmente avançado e compreendeu perfeitamente o filme, vá em frente! Leia isso. E boa sorte!

1 thought on “inventário de filmes | a grande aposta (2015)”

  1. Você tirou todas as palavras da minha boca! Kkkk ou do meu cérebro… Nunca me senti tão burra! Que maravilha encontra opiniões tão próximas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.